Domingo, 21 de Dezembro de 2008

PEDRO PERNAS EM DISCURSO DIRECTO

Como é que está tudo por aí?
Daqui Pedro Pernas a tentar relatar como têm sido os ensaios; pois bem…
Não podiam estar a correr melhor. Não há nada como chegar ao local de ensaios e cumprimentar, um a um, todos os belos seres humanos que esta equipa reúne (uns de sempre, outros de à pouco e uns de agora), respirar bom ambiente e boa disposição, desanuviar numa ou noutra conversa ou brincadeira, e assim constatar que é um privilégio fazer parte de uma equipa tão talentosa com quem, daí a uns minutos, vou partilhar do prazer que é mergulhar no mundo de “Os Produtores”. E que mergulho. É que assim que o Cláudio diz “vamos, señores” e o Nuno conduz a orquestra dando as primeiras nota da abertura, começa todo um desfile de talento e entrega que dá gosto ver de fora e dá gosto sentir por dentro, lá dentro. E do princípio ao fim. Falta um toque aqui, outro toque ali, mas sim, o espectáculo está de pé. E olhando para trás, vejo que o caminho percorrido foi um belo passeio e não uma pista de obstáculos. É bom quando assim é!
Ontem, leia-se dia 17 de Dezembro, esta equipa maravilha enfrentou a primeira prova de fogo: um ensaio aberto à imprensa, a alguns convidados ilustres, que nos acalentaram com a sua presença, e a alguns convidados pessoais, que nos deram força com o seu carinho. E posso dizer-vos que, apesar de se notar uma certa tensão, não muito habitual no decorrer do trabalho, o que é natural porque havia público, a prova foi superada pelo espírito e pela entrega e entreajuda de todos, sem excepção, deixando-nos satisfeitos e confiantes para continuar a satisfazer também a fantástica equipa de criativos que nos tem guiado nesta aventura. Obrigado a todos! Obrigado, Cherry!
E pronto…o que é que posso dizer mais; que me sinto um privilegiado e que me sinto muito feliz e grato por fazer parte deste fantástico “Os Produtores”.
Beijos e abraços e até ao nosso encontro num teatro perto de si!
 
publicado por Musical "Os Produtores" às 03:27
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

FESTIVAL SOLRIR: ALGARVE RECEBE "OS PRODUTORES"

 

É já dia 4 de Janeiro que "Os Produtores" sobe a palco no Portimão Arena integrado no Festival de Humor SolRir. Não percam.

publicado por Musical "Os Produtores" às 17:52
link do post | comentar | favorito

"OS PRODUTORES" EM PORTIMÃO

 

Depois de Portimão não paramos. Abaixo os locais e datas já confirmados.

 

Datas

Portimão

04 a 11 de Janeiro

Portimão Arena

 

Coimbra

21 a 25 Janeiro

Teatro Gil Vicente

 

Leiria

28 a 01 Feveiro

Teatro José Lúcio da Silva

 

Lisboa

06 Fev a 31 Março

Teatro Tivoli

 

Porto

11 Abril a 03 Maio

Coliseu do Porto

publicado por Musical "Os Produtores" às 17:36
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

CUSTÓDIA GALLEGO É AGARRA-ME E DÁ-ME TAU TAU

Agarra-me e dá-me tau-tau, é uma velhota que Bialystock “namora” com o objectivo de assegurar financiamento para o Musical “Primavera para Hitler”.

A história da actriz começa no dia em que troca a Faculdade de Medicina pelo Conservatório de Teatro que acaba em 1985. Fez depois o curso da Comuna de Formação de Actores com João Mota, e aprendeu dança jazz, dança espanhola e frequentou diversas acções de formação na área do espectáculo. Trabalha em expressão corporal e dramática com finalidades terapêuticas e pedagógicas. Ainda no conservatório começa a trabalhar como profissional no Teatro Nacional com Carlos Avilez, Artur Ramos e Orlando Neves. Em 1984 vai para o Teatro Ibérico onde trabalha com Blanco Xil interpretando Tchekov, Garcia Lorca, Valle-Inclan, entre outros. Em 1986 faz parte da fundação do grupo Persona onde interpreta essencialmente dramaturgia em língua portuguesa. Após a dissolução do grupo torna-se independente e trabalha com Fernanda Lapa, Manuel Cintra, Fernando Gomes, Grupo Joana, João Grosso, Rosa Coutinho Cabral, Grupo Aloés, Marco d’Almeida, Diogo Infante, Jonh Retalak, Cucha Carvalheiro, Artistas Unidos e Teatro do Bulhão. Em televisão, começa com Luís Felipe Costa, participa em várias séries, programas de entretenimento, sitcoms e novelas: “Filha do Mar”, “Jóia de África”, “Queridas Feras”, “Mistura Fina”, “Floribella”, “Vingança”, “Resistirei”. Em cinema trabalha com Monique Rutler, Joaquim Leitão, José Fonseca e Costa, Margarida Cardoso, João Botelho e com António Ferreira protagoniza “Esquece Tudo o Que te Disse"

publicado por Musical "Os Produtores" às 15:40
link do post | comentar | favorito

RODRIGO SARAIVA É CARMEN GHIA

Carmen Ghia, é o assistente gay de Roger que o idolatra como estrela que, na verdade, nunca foi.

Nascido em Outubro de 1982, Rodrigo Saraiva cedo iniciou a sua carreira como actor. Com 13 anos, no Teatro Politeama estreia-se na peça “Jasmim ou o Sonho do Cinema” com encenação de Filipe La Féria. Ainda no mesmo ano, em 1995, no mesmo teatro e com o mesmo encenador faz “Godspell” e “Camaleão Virtual Rock”, este último uma produção da RTP. Ainda em 1996 integra o elenco da peça “Perdidos em Yonkers”, uma encenação de António Feio.

Em 1998 dá os primeiros passos na Televisão com “Médico de Família” da SIC. O sucesso da produção da ENDEMOL, confirmou Rodrigo como um dos actores mais promissores do país. Depois de 3 anos a integrar o elenco principal da série e 2 curtas-metragens pelo meio, dá-se a passagem para a TVI. “Super Pai”, “Amanhecer”, “Morangos com Açúcar” e “Ana e os Sete” são 4 produções em que colaborou com a estação de Queluz. Em 2006 tem uma breve passagem pelos palcos com a peça encenada por Fernando Gomes, “Pinóquio”. De regresso à SIC para fazer “Floribella”, Rodrigo pode ser visto actualmente na SIC a fazer de Sebastião em “Rebelde Way”.

publicado por Musical "Os Produtores" às 15:37
link do post | comentar | favorito

RUI MELLO É ROGER DEBRIS

 

Roger DeBris, é um encenador gay de talento duvidoso e de passado dúbio perito em entradas triunfais e saídas apressadas.

 Rui Mello nasce em Évora em 1974 e 22 anos depois inicia a sua carreira profissional como músico. Em 1997, aceita o convite para integrar o elenco de um programa de entretenimento, enquanto actor/cantor. Investe na sua formação de actor em 1998 e dois anos mais tarde, estreia-se em teatro. A partir daí, começa o seu percurso enquanto actor. Integra o elenco de vários espectáculos, donde se destacam “A Ópera de Três Vinténs” no Teatro Aberto, “Sabonete”, no Teatro da Barraca e “Galileu”, no Teatro Aberto.

Paralelamente, vai dando continuidade ao seu percurso enquanto músico, compondo para espectáculos de teatro como “Homem Branco Homem Negro”, no Teatro Aberto ou “Pinóquio”. Para Televisão, são exemplo os genéricos da série “7 vidas”, da SIC e “Pai à força”, da RTP. Ultimamente tem sido presença assídua na ficção televisiva em novelas e séries como “Jura”, “Floribella”, “Aqui não há quem viva”, “Resistirei”, “Liberdade 21” e “Pai à forçA.

publicado por Musical "Os Produtores" às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

PEDRO PERNAS É FRANZ LIEBKIND

 

 

Franz Liebkind, é um fanático nazi, admirador de Hitler, pretenso autor de obras musicais de gosto extremamente duvidoso.

Pedro Pernas tem o curso de Música e Novas Tecnologias, vertente de Canto, da Academia de Artes e Tecnologias. Iniciou o seu percurso profissional em 1994, integrando o elenco do “The Beggar’s Opera”, de John Gay, encenação de Keith Esher Davis. Em 1995, trabalha com Filipe La Féria no musical “Jasmim ou o Sonho do Cinema”, encenador com quem trabalhou até finais de 1997 em vários projectos de televisão, entre eles “Camaleão Virtual Rock”, para a RTP. Faz parte do elenco de “O Rapaz de Papel”, com música de Pedro Abrunhosa e encenação de Joan Font, dos Els Comedients, inserido na programação do Festival dos Cem Dias, aquando da Expo’98, onde também participou no espectáculo de rua “Peregrinação”. A partir de 1998 integra com regularidade o elenco de espectáculos com adaptação e encenação de Fernando Gomes, em produções quer do Teatro Infantil de Lisboa (O Corcunda de Notre Dame, Os Três Mosqueteiros, A Ilha do Tesouro, A Bela e o Monstro), quer da Associação Cultural Klássikus (Viva o Casamento, A Vida Trágica de Carlota – a Filha da Engomadeira, Drákula.com, Vou Dar de Beber à Dor, Divina Loucura, Jekill and Hyde). Em 2004 faz parte do elenco de “Portugal , Uma Comédia Musical”, de Nuno Artur Silva, com música de Sérgio Godinho e encenação de António Feio. Em 2005 e 2006, trabalhou para o Teatro Nacional de S. João, em encenações de Ricardo Pais (Ubu’s, D.João), Nuno M. Cardoso (Fiore Nudo), e António Durães (Teatro Escasso – poemas abundantes sentados na plateia). Integra, em 2007, o elenco de Ricardo II, de Shakespeare, numa encenação de Nuno Cardoso para o Teatro Nacional D. Maria II. Com Cláudio Hochman, trabalhou em “O Último Tango de Fermat” (Teatro da Trindade – 2004), “Sonho de uma Noite de Verão” (2007) e “Fungágá MP3” (2008), ambos para o Teatro Nacional D. Maria II. Trabalhou ainda como actor em diversas séries televisivas e filmes publicitários. Desenvolve um trabalho regular ao nível da dobragem de filmes e séries de animação da Disney e Dreamworks. No cinema, participou na curta-metragem “Telefona-me”, de Frederico Corado, e fez figuração especial em “A Raiz do Coração”, de Paulo Rocha.

publicado por Musical "Os Produtores" às 15:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

RITA PEREIRA É A LOURA ULLA

 

Ulla, é uma sueca escultural com ambição de saber dançar, cantar e representar. Como secretária dificilmente serviria.

 

Rita Pereira é Ulla. A actriz  tem o Curso de Comunicação e Publicidade assim como formação de teatro pelo Teatro Amador. No Brasil participou em vários workshops de técnicas de Representação: Teatro com Camila Amado, Cinema com Fátima Toledo e Televisão com a directora da Rede Globo, Teresa Lampreia. Em Portugal, a sua formação complementou-se com workshops de “Voz e Dicção” (Lúcia Lemos – 2007), “Castings TV e Cinema” (Patrícia Vasconcelos – 2006) e, em 2003, “Interpretação para TV” pela Artstudio.
Iniciou a sua carreira profissional na moda, transitando para a publicidade, área em que desenvolveu projectos para marcas tão distintas como, Bacardi (2001), Yamaha (2002), TMN (2002), Daewoo (2003) e Herbal Essences, entre outros. A sua passagem para a televisão deu-se em 2003 na TVI, onde integrou o elenco secundário de “Saber Amar” e “Queridas Feras”. Depois de uma curta passagem pela SIC, voltou à TVI em 2004 para fazer os Morangos com Açúcar II, telenovela que a catapultou para o sucesso. No mesmo ano participa na telenovela “Dei-te Quase Tudo” integrando o elenco principal e um ano depois protagoniza “Doce Fugitiva”. Em 2007 tem uma participação especial na telenovela “Fascínios”. Actualmente pode ser vista na telenovela da TVI “Feitiço de Amor”, líder de audiências, como a protagonista e na nova campanha publicitária da Optimus “Hello Kitty”.
A sua experiência na dança é extensa e muito abrangente. Fez Ballet durante 7 anos, passando para o Jazz Contemporâneo e evoluindo para danças mais modernas como Hip-Hip, Ragga e ritmos latinos.
Também passou pela rádio, onde desempenhou funções de locutora durante 1 ano. Também se destacou na música com o CD Doce Fugitiva, que foi dupla platina, onde interpreta 6 músicas.
publicado por Musical "Os Produtores" às 15:19
link do post | comentar | favorito

MIGUEL DIAS É MAX BIALYSTOCK

Max Bialystock, é um produtor veterano da Broadway que já conheceu melhores dias. É ambicioso e convencido. A personagem Leo Bloom, um contabilista franzino e timido vai ser a salvação da sua ruína financeira.

 
 
 
Miguel Dias interpreta Max Bialystock. O seu percurso começa no Teatro Amador, na Academia de Santo Amaro pela mão do avô e seu grande mestre Albano Dias. Há 8 anos que dirige o grupo amador desta colectividade como autor e encenador. Profissionalmente começou como vocalista da banda Mercúrioucromos, que teve grande sucesso nos anos 90.
Em 96 começa a trabalhar na televisão, onde com Filipe La Féria faz uma série de programas; “40 Anos da RTP”, “Festival da Canção”, Fim do ano “Marlowe e o Crime das Vacas Loucas”. Em 98 inicia a sua colaboração com a SIC e com Teresa Guilherme com quem faz programas de grande sucesso como “ Paródia Nacional”, “Furor”, “Cantigas de Maldizer”. Passa depois pela RTP onde apresenta “Só números” e “Estrelas-do-Mar”. Ao mesmo tempo começa a fazer direcção musical de programas como “cantigas da Rua” e “Ai os Homens”.
No teatro faz diversos musicais; “Festa na Floresta” para a Plano 6, “My Fair Lady”, “Amália”, “Menina do Mar” e “Canção de Lisboa” com Filipe La Féria. Pelo seu trabalho em “My Fair Lady” como Alfred Doolitle é considerado a grande revelação do ano e nomeado para o Globo de Ouro como Melhor Actor. Em novelas trabalhou como actor em “Floribella” e “Vingança”. Foi Director Musical das novelas “Floribella”, “Vingança”, “Chiquititas”, “Resistirei” e “Rebelde Way”. Em 2003, editou um livro pela D.Quixote, “Vai uma Queca?” que vendeu mais de 12000 exemplares. Como produtor Musical é o responsável pela adaptação e produção de todos os discos da novela “Floribella” (mais de 25000 cópias vendidas) da novela “Chiquititas” (mais de 35000 cópias) e foi também responsável pela adaptação e direcção vocal do disco “Vingança” dos Anjos que vendeu mais de 25000 cópias.
publicado por Musical "Os Produtores" às 14:53
link do post | comentar | favorito

MANUEL MARQUES É LEO BLOOM

 

Leo Bloom é uma personagem tímida, um contabilista que sonha ser produtor da Broadway. É muito metódico e visivelmente neurótico.

O actor que interpreta Leo Bloom é Manuel Marques. Tem um percurso profissional extenso, abrangendo várias áreas do espectáculo.

No teatro participou em “Manobras de Diversão” na Casa Fernando Pessoa, “Manobras de Diversão”, “Portugal, Uma Comédia Musical”, “Antes Eles que Nós” e “Musical Cabeças no Ar” de Carlos Tê e Rui Veloso, no Teatro S. Luiz.

Na Televisão contam-se entre os seus projectos: “Programa da Maria”, “Herman SIC”, “Sete Vidas”, “Manobras de Diversão” e “Hora H” na SIC.

Na RTP fez: “Paraíso Filmes”, “Contos de Natal” e mais recentemente “Os Contemporâneos” na RTP. “Manô”, “Filme da Treta” e “O Julgamento” são as suas 3 incursões pelo cinema. Actualmente pode ser ouvido no programa “Portugalex” na Antena 1 e Antena 3.

publicado por Musical "Os Produtores" às 11:09
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

KEEP IT GAY

 

Os ensaios estão a correr maravilhosamente. Nem nas pausas desarmamos

publicado por Musical "Os Produtores" às 19:38
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2008

MIGUEL DIAS E OS PRODUTORES

 

 

 Já comecámos esta grande aventura chamada "Os Produtores" há três semanas. Uma coisa tem sido especialmente importante para o sucesso do trabalho desenvolvido nos ensaios; todos se têm dado a 120% em cada canção, cada personagem, cada coreografia. O espírito do grupo é excelente e há uma coisa em especial que me chamou a atenção, o talento dos elementos do ensemble; jovens pouco conhecidos que cantam dançam e representam na perfeição e que tal como eu demonstram uma grande paixão por este espectáculo.
Trabalhar pela primeira vez com o nosso encenador Cláudio tem também sido uma excelente e agradável surpresa. Ele permite que cada actor dê o máximo de si à personagem e indica o caminho para que cada pormenor tenha um valor acrescido. Sinto que enquanto actor tenho descoberto coisas que pensava não ser capaz.
Quanto ao restante elenco reina a união e espírito de grupo. Reencontrar a Custódia Gallego e o Rodrigo Saraiva meus cúmplices do mundo das fadas da Floribella, voltar a partilhar o palco com o Pedro Pernas com quem comecei em 97 nos 40 anos da RTP, reencontrar o amigo de sempre Rui Mello com quem partilhei tantas "Paródias Nacionais" e pela primeira vez trabalhar com o Manuel e a Rita. Todos queremos muito que este espectáculo seja um grande sucesso.
Também uma palavra para o Nuno Feist que em apenas 5 dias de ensaios com a nossa orquestra de 22 elementos já me fez várias vezes arrepiar. Aquilo soa que é uma maravilha.
Enfim...estamos a trabalhar e muito para merecermos a vossa visita em Fevereiro no Tivoli. Vão ver que vai valer a pena!
 
Miguel Dias
publicado por Musical "Os Produtores" às 12:37
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

MAIS DE 100 ULLAS NA FNAC DO COLOMBO

Mais de 100 Ullas irromperam pelo Fórum Fnac no C.C. Colombo ontem à tarde. À sua espera estavam os protagonistas Miguel Dias, Manuel Marques e Rita Pereira.

O desafio lançado pela Cherry Entertainment na imprensa, rádio e meios web - "APAREÇAM DE PERUCA LOURA E VESTIDO BRANCO!",  imitando a personagem mais charmosa do espectáculo, acabou por provocar uma avalanche de participantes que foram o centro das atenções no Centro Comercial.
Depois de alguma espera, as fantásticas Ullas conheceram o elenco, que respondeu às suas perguntas assim como às dos jornalistas, recebendo os bilhetes autografados para o espectáculo pela mão dos protagonistas.
Foi com este mote original que abriram finalmente as bilheteiras  para o Teatro Tivoli onde a peça estará de 06 de Fevereiro a 31 de Março. A anteceder esta estreia o musical estará na estrada numa Tour Pré-Lisboa que arranca já a 04 de Janeiro no Portimão Arena e segue no mesmo mês para três outras localidades. A estreia no Coliseu do Porto está agendada para 11 de Abril onde estará em cena até 03 de Maio.

 

publicado por Musical "Os Produtores" às 00:14
link do post | comentar | favorito

.O Musical

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13

15
17
18
19
20
21

22
23
24
26
28

29
30
31


.arquivos

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

.posts recentes

. À conversa com...

. O maior musical da Broadw...

. Sê loira por umas horas g...

. Aproveite os descontos qu...

. ...

. Rita Pereira- conhece mel...

. ...

. 36 mil já viram o musical

. Fotos do Espectáculo

. SALA CHEIA EM NOITE DE ES...

.links

blogs SAPO

.feeds